Pacto Global

Em 19 de fevereiro de 2008, a ELEJOR aderiu ao PACTO GLOBAL das Nações Unidas em matéria de direitos humanos, direitos laborais, meio ambiente e anticorrupção. Desde então assumiu os compromissos de inserir na companhia os princípios universais promovidos pela ONU e de contribuir com os Objetivos de Desenvolvimento do Milênio, apoiando publicamente a responsabilidade e transparência em suas ações, seus negócios e suas ações de responsabilidade social e ambiental.

A Elejor tornou-se referência em preservação ambiental, pois os cuidados da empresa com o Meio Ambiente passaram a ser diretrizes para grandes empreendimentos no Paraná e no Brasil. O Complexo Energético Fundão Santa Clara – CEFSC é o primeiro do país a cumprir com todos os requisitos de sustentabilidade ambiental e respeito à população local, utilizando a mais moderna técnica de engenharia em construções de hidrelétricas, aliada à prática da qualidade e de sustentabilidade ambiental em suas ações.

As práticas da ELEJOR, relacionadas aos princípios que protegem e garantem a dignidade do trabalho, a transparência na gestão, a lisura nas questões financeiras, estão em constante aprimoramento e consolidação com o fim de constituírem-se em balizadores do seu perfil.

Os programas, ações e políticas socioambientais desenvolvidos pela Companhia estão detalhadas a seguir, no resumo de práticas e sua correlação com os princípios do Pacto Global.

Os dez princípios do Pacto Global são:

Princípios dos direitos humanos
1 Respeitar e proteger os direitos humanos
2 Impedir violações de direitos humanos

Princípios de Direitos de Trabalho
3 Apoiar a liberdade de associação no trabalho
4 Abolir o trabalho forçado
5 Abolir o trabalho infantil
6 Eliminar a discriminação no ambiente de trabalho

Princípios de Proteção Ambiental
7 Apoiar uma abordagem preventiva aos desafios ambientais
8 Promover a responsabilidade ambiental
9 Encorajar tecnologias que não agridam o meio-ambiente

Princípio Anticorrupção
10 Combater a corrupção em todas as suas formas, inclusive extorsão e propina

Assim, em nome dos Acionistas, do Conselho de Administração, da Diretoria e dos colaboradores da ELEJOR, temos a satisfação de reafirmar o nosso compromisso com o PACTO GLOBAL em continuar participando dessa iniciativa, da qual a companhia é signatária desde 2008,através de relatórios, pelo resumo das atividades, ações e resultados para a adequação empresarial, sempre com o firme objetivo em manter o nosso posicionamento na manutenção dos dez princípios nas ações da Companhia.

Relatórios enviados anualmente à United Nations Global Compact:

Relatório Pacto Global 2014

Relatório Pacto Global 2013

Relatório Pacto Global 2012

Relatorio Pacto Global 2011